Total de visualizações de página

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Por que idosos andam de ônibus?

Nunca fui de ceder meu lugar para as pessoas, a não ser em casos extremos, em que ninguém mais se habilitou e o ônibus estava lotado. Já expus minha opinião sobre isso em um post anterior. Hoje abordarei sob outro ponto de vista. Quando saímos de ônibus, sabemos que corremos o risco de ir em pé. Esse não é o tipo de informação que se esquece com o tempo. E, apesar de existir os bancos preferenciais, não é bom só contar com isso.

Eu mesmo acho meio humilhante esses bancos preferenciais (vide post anterior citado), mas tem gente que gosta até. Quando eu chegar na 'idade' em que serei considerado idoso, não pretendo utilizar ônibus, e se por acaso precisar em um último caso, não irei mendigar lugar para sentar. Se a pessoa é velha e não tem força e energia para se manter em pé por muito tempo, não tem que andar de ônibus. "Ah, mas eu preciso sair." Vai de carro, usa táxi. "Eu não tenho carro e táxi é caro". Peça ajuda da família, dos vizinhos, mas não saia para mendigar lugar para estranhos em ônibus.

Toda 'revolta' e motivo desse post, teve origem em um acontecimento que presenciei recentemente. Estava eu, de pé, em frente a um banco preferencial ocupado por um deficiente (dava para ver pela muleta que ele segurava). Decidi não sentar em outro lugar exatamente para não precisar levantar para dá-lo para algum idoso que pudesse entrar. No primeiro tubo, entrou alguns idosos, mas também saiu muita gente, logo todos sentaram.

No segundo, entretanto, quase ninguém saiu e um senhor entrou. Não havia mais lugares. Deu para notar que ele estava doido para sentar, ou precisava mesmo pela idade. Ficou olhando, chegou quase a se jogar em uma moça que estava sentada atrás do rapaz de muleta. Então, ele o viu. Um jovem sentado no banco preferencial, isso foi demais para o velhinho. Ignorando totalmente a minha presença, ele chegou mais perto e cutucou o deficiente no ombro. Não ouvi o que ele disse, pois estava ouvindo música, mas tenho certeza de que ele pediu para que ele lhe cedesse o lugar.


A cena que seguiu foi bem constrangedora e me deixou com uma raiva tremenda do senhor velho. O homem deficiente nem hesitou, ao ver o idoso, ele se virou, pegou a muleta e se preparou para levantar, quando o velho o parou. A perna que não dava para ver enquanto ele estava sentado, era mecânica. Teria sido cômico se não tivesse sido trágico, um idoso tirando lugar de um deficiente. Depois disso, um rapaz em um banco não muito longe dali, cedeu o lugar.

Podem me criticar, mas se quer tanto sentar assim, fica em casa no sofá que é mais confortável. Não saia para tirar o lugar de quem nem tem as duas pernas para se apoiar. Esse é um assunto que "dá muito pano pra manga" e acho que eu já me estendi demais.

9 comentários :

  1. Super Apoio sua opinião por que o tem de velhinhos folgados tá demais, pior são aqueles que nem são velhos e fica pagando kkkkkkk

    Quando eu vou pra algum lugar e preciso pegar o onibus procuro fica em pé pra evitar esse tipo de cena, claro que tudo depende mais tipo se estiver cansado ou com muita bolsa nem levanto ou coisa do tipo, mais sempre seguro as bolsa pra ajuda a galera.

    Olá! Quero convidar você para conhecer um pouco do Meu Blog

    http://www.thepurpleblood.com/
    https://www.facebook.com/thepurpleblood

    ResponderExcluir
  2. Deve ter velho muito folgado mesmo! Mas eu acho que alguns tem dores nas juntas e sentar melhora kkkk

    ResponderExcluir
  3. Oi Ricky!
    Então..acho que está equivocado em sua opinião..se vc senta no banco preferencial é óbvio que se aparecer um idoso, deficiente, obeso ou gravida/criança de colo, tem que se levantar. E mesmo que todos estes lugares estejam ocupados, uma pessoa normal tem que se levantar, sim. Não adianta vir criticar falando para os idosos não sairem de casa ou se livrarem de outro modo que não pegar onibus. Tem muito idoso que não pode contar com ninguém e depende do transporte público.
    Claro tem gente folgada? Tem! Mas idosos folgados são poucos perto das PUTAS GRÁVIDAS que ficam causando rebuliço só porque abriram as pernas e resolvem pegar busão em horário lotado. Essas são as piores. Pq vc é grávida mas vc tem força pra ir em pé..agora um idoso ou um deficiente não. O velhinho do seu caso poderia ter cutucado uma pessoa normal para lhe ceder e não o deficiente. E o deficiente deveria responder que era deficiente e tinha direito de sentar. E acho que seria o mínimo de bom senso que, se o idoso fosse bem idosos mesmo alguém desse busão se levantar pra ele. Pelo menos no busão LOTADO que sempre pego pro trampo se aparece alguém sempre tem gente que levanta e se não tem o cobrador fala pra alguém ceder o lugar senão o busão não sai.
    Pior são as pessoas normais e saudáveis que veem pessoas com necessidades precisando de um lugar para sentar ficarem ignorando, fingindo que estão dormindo...

    Ah sim..BandKids..fazia a alegria de nossas tardes! Bucky apesar de ter varias semelhanças com as obras que citou, faz até sátiras com essas obras..mas isso acabou gerando um estilo e história próprios no anime. O humor de Bucky é sensacional..lembro do episódio que o Kai se traveste de mulher XD. E a dublagem ficou ótima também.
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Temos que separar características, orientações, idades e outras coisas de ser humano.
    As pessoas são ruins ou boas, folgadas ou respeitadores porque são humanas. Logo, haverá idosos, grávidas bons e ruins.
    Não dá para generalizar.
    Eu andava de ônibus ainda quando não havia bancos preferenciais ou fila de idoso etc.. E estas pessoas sofriam por falta de privilégios. E como tem pessoas folgadas em todas as categorias há abuso e falta de educação.

    ResponderExcluir
  5. Tem muita coroa de 50 55 anos que se fingem de idosa que pedem para ceder o lugar com a maior cara de pau e muitas vezes são grosseiras e mal educadas causando constrangimento para a pessoa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Falou e disse. Sou pcd embora não aparento e passo por esse tipo de humilhação o tempo todo até esfregar minha carteirinha especial na cara e calara boca.

      Excluir
    2. Falou e disse. Sou pcd embora não aparento e passo por esse tipo de humilhação o tempo todo até esfregar minha carteirinha especial na cara e calara boca.

      Excluir