Total de visualizações de página

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Reencontro familiar


No aeroporto de Florianópolis, Ana e Carpo esperavam pelo avião que iria levá-los a São Paulo. Mesmo estando ali, o rapaz não acreditava no acontecido.
– Ainda não acredito que seu pai me deixou vir com você. – ele disse.
– Ele pode ter sido um mafioso, mas ainda é meu pai e respeita minhas decisões. – Ana acalmou o rapaz e se lembrou das palavras finais de Giovanni.
O fazendeiro voltou com um objeto enrolado em um pano.
– Essa é a sua chave. – ele disse à filha. – Ela abre uma das três caixas com a herança de seu avô. E essa herança agora é sua, se e quando a conseguir pode fazer o que quiser com ela.
– Mas pai, eu... – Ana começou.
– Não vou discutir esse assunto. – ele a cortou. – E você, rapaz, tome conta da minha filha! – ele disse para Carpo. – O que me lembra, quantos anos você tem mesmo?
– Tenho 23, senhor, por quê? – quis saber o economista.
– Só isso? – espantou-se o fazendeiro. – Achei que tinha mais de 30 já.
– Pareço tão mais velho assim?
– Não, é só que... bom... – Giovanni ficou olhando de Carpo para Ana.
– Quantos anos você tem, Ana? – perguntou o rapaz.
– Isso é pergunta que se faça para uma dama? – ela disse irritada e vermelha. – Arrume suas coisas. Nós já vamos.
O economista lembrou-se desse momento e riu.
– Sabe, Ana, eu não lhe agradeci por ter me convidado para vir com você. – ele disse e se aproximou da moça.
– Que isso, Carpo! Eu sei que nos conhecemos há menos de 24h, mas é como se eu já te conhecesse há tanto tempo e ao mesmo tempo quero saber cada vez mais de você. – Ana disse e também se aproximou do rapaz.
– Eu sinto a mesma coisa. – ele concordou e seus lábios estavam bem próximos quando foi avisado no auto-falante que o vôo deles ia partir em 5 minutos.


Com o clima quebrado, eles se afastaram e entraram no avião em direção à capital paulista. Durante a viagem, Ana ficou lendo um livro sobre a máfia italiana que havia comprado no aeroporto.
Chegando a seu destino, eles seguiram os dados fornecidos pela matéria do jornal que falava do quase sequestro de Luciana Cesca. Começaram pelo colégio da menina e, coincidentemente, lá estava ela treinando no ginásio. Eles não a viram, apenas foram informados disso.
Decidiram esperar perto da saída, pois sabiam que a mãe dela, Glória, a prima direta de Ana, eventualmente, apareceria para buscá-la. Após algum tempo, foi o que aconteceu. Uma limusine parou em frente ao colégio e, escoltada por 2 seguranças, Glória saiu do carro e entrou no colégio. Carpo e Ana esperaram ela voltar com a filha para abordá-las.
– Com licença, Glória Cesca?! – chamou Ana se aproximando e sendo impedida por um dos guarda-costas.
– Ei, calma lá! Só queremos conversar. – interveio Carpo se colocando entre os dois.
– E vocês seriam? – perguntou Glória acenando para o seu funcionário que os soltou e permitiu a aproximação.
– Eu sou Ana Paula Cesca, sua prima, e esse é Policarpo Barreto.
– Ora, ora! Se não é a sumida Anita? – disse Glória acariciando o queixo da mais nova. – Por onde você andou?
– Nós precisamos conversar. – disse Ana séria.
– Então você já sabe, não é? – perguntou Glória e continuou sozinha. – Claro, por que outro motivo estaria aqui? Aposto que o atentado a minha filha deve ter sensibilizado o tio Giovanni a te mandar aqui para nos contar sobre nosso passado, acertei? – zombou a mais velha abraçando a filha.
– Na verdade, foi o Carpo que nos avisou sobre o atentado. – confessou Ana. – Mas espera, você não deveria saber de nada até eu chegar.
– Entrem no carro. Temos muito o que conversar e faremos isso melhor em casa. – disse Glória.

4 comentários :

  1. E eu pensando que "veria" o primeiro beijo entre Ana e Carpo... kkkkkk A moça do aeroporto é muito intrometida. Custava ter aguardado mais 30 segundos antes de anunciar o voo? kkkkkkkkk

    Louca pra saber onde estão as caixas e o que tem dentro delas como herança.

    bjus

    ResponderExcluir
  2. Sabe o que eu descobri agora, sem querer? Que a palavra "mafia" é uma sigla. MAFIA (Morte á la Francia Italia Anela - morte à França Itália anseia).

    Você sabia ou eu cheguei com notícia velha?

    ResponderExcluir
  3. 23 aninhos é muita coisa comparado a meus 16.
    To gostando do clima entre Ana e Carpo. Mas, maldito auto-falante...
    Ei, você adora desenhar seus personagens masculinos com esse "topete arrepiadinho" no cabelo, né? rs

    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oiie , amei o seu blog , e essa postagem então =)
    Tudo lindo , vooç escreve ou reescreve livros?

    Segue? patroinhafashion.blogspot.com
    (Obs.: Toh ti seguindo)nossa que legal ,

    ResponderExcluir