Total de visualizações de página

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Escrever ou divulgar?

Tenho certeza que todos os blogueiros menos conhecidos, como eu, sofrem desse dilema, principalmente se, além de tudo, ainda trabalham. A situação é mais ou menos assim: você tem um certo tempo por dia para se dedicar ao blog, mas você ainda não tem aquela quantidade de leitores fiéis que esperava, então surgem algumas perguntas: pra que eu vou escrever se poucos vão ler e nem vão comentar? mas se eu não escrever por que vou divulgar? Sem algo novo, ninguém vai querer ler.


O grande problema, na minha opinião, é que a divulgação inicial é feita, principalmente, entre blogueiros. "ora, mas isso não é bom?" Por um lado sim, pelas parcerias, o contato e tudo mais.

Entretanto, você vai ficar "dependendo" da visita de um blogueiro, cujo objetivo também é ser visitado. É claro que os blogueiros também leem outros blogs além dos seus, mas somente aqueles que querem e não os que se sentem obrigado.



"Ora, então, qual é solução?" Não existe exatamente uma solução. O ideal seria que a divulgação fosse feita para um público não blogueiro, mas nesse quesito a divulgação interblogs ajuda bastante. O verdadeiro motivo porque estou postando isso é que eu mesmo estou tendo certos problemas em criar novos assuntos para os posts. Apesar de as pessoas terem lido e comentado, alguns dos meus posts mais recentes não ficaram como eu gostaria. O que eu quero mesmo é voltar a escrever os contos que comecei em março.

"E por que não escreve?" Os contos me tomam muito mais tempo que as indagações. Eu preciso pensar em nomes de personagens, diálogos, ação, divisão de capítulos, etc. Nas indagações, eu exponho um fato de que já conheço e dou minha opinião, é muito mais rápido e sobra muito mais tempo para divulgação, tempo esse que eu não tenho quando escrevo contos, pelo menos não agora que estou trabalhando. E eu sei que no momento se eu não divulgar, pouca gente virá por vontade própria. Você por exemplo pode estar lendo agora esse post porque eu divulguei no orkut ou facebook.

Não é isso que eu quero. E aí eu volto ao dilema inicial, e esse é o motivo pelo qual eu tenho demorado para continuar os contos da enquete do blog: de que adianta eu escrever e não divulgar se poucos irão ler e comentar?

10 comentários :

  1. Eu achei seu blog nem foi pelo Orkut, nem pelo Facebook, todo novo blogueiro tem dessas coisas (eu por exemplo). O que ocorre - ao menos comigo - é: Eu escrevo por puro prazer! Quero leitores, quero, claro! Isso tenho, as estatísticas de leitores do meu blog estão boas (se levar em consideração que meu blog tem menos de um mês. Comentários, bom, comentários já não são muitos, mas o importante é que as pessoas leem.
    Eu estou lendo você e estou comentando, mas mesmo que eu não comentasse, não seria necessariamente porque não gostei.

    Em fim, não tente bolar temas mirabolantes, escreva sobre o cotidiano, sobre o que acha interessante, sobre o que te dá prazer.
    Prazer... Essa é a única razão pela qual eu escrevo: para fazer as pessoas sentirem prazer em ler , e, principalmente, pelo meu prazer em escrever.

    ResponderExcluir
  2. Também sofro desse dilema. Até que decidir fazer um blog sem sentido e escrever qualquer coisa...hehehe

    ResponderExcluir
  3. É ...
    achar um outro publico a nao ser blogueiros é dificil -.-'

    ResponderExcluir
  4. É, eu achei pelo orkut, e confesso, quase nunca leio. Só leio mesmo os blogs que me interessam realmente. E você tem razão no texto. Bem, eu espero que os blog tenham uma visão mais ampla. Enormes abraços, Thaís Peace.

    ResponderExcluir
  5. Porque ficara on line e enquanto existir net vez por outra alguem acabará lendo, achando uma merda ou uma blz.

    Crie e a Net que se vire. Blog bom não é o que tem 7439 seguidores, ou 60 comentários por postagem. Este tipo pode ser seguidores de uma mesma tribo. Todos amiguinhos que pensam a mesma coisa.

    Então alguem posta e todos dizem .."amei" nem leram...rsrsrsrs


    No stress

    Abraço

    ResponderExcluir
  6. Acho que legal mesmo é escrever por prazer, é isso que atrai o público.

    ResponderExcluir
  7. Escrevo pra mim em primeiro lugar.. E depois se alguém passar lá..melhor!
    Escrever é uma terapia e funciona!!rs
    Bom mesmo é se pudéssemos ter os dois sem muito trabalho!
    Estou te seguindo!
    atividadedavida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Vida de blogueiro não é fácil, principalmente quando a gente resolve criar um blog, são poucos os que seguem adiante com a ideia, o desestimulo bate logo à porta, infelizmente.
    Amei o texto!
    =*

    ResponderExcluir
  9. :: retribuindo ::

    Bom, ja pensei bastante sobre isso, e realmente é foda achar um publico específico para o blog e divulgar e ter tempo para tudo isso, mas eu escrevo por que eu gosto e nem se 2 pessoas só lerem meu post quero que seja construtivo pra elas, ah sei lá!
    Para escrever contos é ainda mais complicado pq tem mta gente preguiçosa que nao lê, mas faça oq vc gosta!

    ResponderExcluir
  10. Não sei vocês, mas meu problema é a procrastinação.

    Tenho vontade de escrever, tenho ideias, penso, penso e penso, mas na hora de passar isso para uma postagem a coisa fica tensa.

    Não acho muito útil divulgar exaustivamente um blog com pouco conteúdo. Eu mesmo tenho um blog que comecei agora em outubro, mas não tem muita coisa e o que tem ainda é bem voltado ao nicho de pessoas que se interessam por postagens bem pessoais.

    Perder tempo divulgando sem conteúdo é bobagem: criar conteúdo e depois divulgar parece uma melhor tática, até mesmo porque os motores de busca do Google vão trazer seu blog na pesquisa se você falar de algo específico.

    Sendo assim, parei de divulgar, mesmo que o número de acessos pare também de subir. O público em potencial que eu poderia futuramente atingir não voltará, pois a visão de que o blog é sem conteúdo permanecerá.

    No seu caso, Ricky, seu blog tem muito conteúdo e muitos leitores. Não acho que deveria se preocupar tanto com divulgação, se bem que cada um tem sua preocupação própria a este respeito. Não li seus contos, e conheci seu blog por acaso numa comunidade no orkut, mas eu adoro contos e esse acaso vai me fazer lê-los (quando minha faze procrastinadora passar).

    Abraço!

    ResponderExcluir